Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Doce abre inscrições para o Processo Eleitoral Complementar


7 mar/2014

Termina nesta segunda-feira, dia 10, o prazo para os interessados se inscreverem no Processo Eleitoral Complementar do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce). Para participar, os interessados devem ter outorga na calha do Rio Doce ou terem sido habilitados nos processos eleitorais dos comitês de rios afluentes.

O mandato dos novos membros será de 2014 a 2017. Ao todo, serão 34 vagas distribuídas nas categorias de titulares e suplentes para os segmentos Poder Público, Usuários e Sociedade Civil. Os interessados devem se inscrever em Colatina (ES) ou em Governador Valadares (MG), por meio do envio dos documentos listados no artigo 6º da Deliberação CBH-Doce nº 39/2014, disponível no edital de convocação. O edital pode ser acessado em www.cbhdoce.org.br.

Os endereços para envio dos documentos são:

  • Colatina: Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental SANEAR, Rua Benjamin Costa, nº 105, Bairro Marista, Colatina-ES, CEP: 29707-130
  • Governador Valadares: IBIO – AGB Doce, Rua Afonso Pena, 2590, Governador Valadares – Centro – MG. CEP: 35010-000

Processo eleitoral

No dia 6 de fevereiro, no auditório da Regional Rio Doce da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), foi realizada a solenidade de posse dos novos membros do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Doce (CBH-Doce). Na ocasião também foi escolhida a nova diretoria, que passou a ser composta por seis membros, dois de cada segmento, com representatividade equitativa dos dois Estados que compõem a bacia, Minas Gerais e Espírito Santo.

Leonardo Deptulski, prefeito de Colatina, foi escolhido o novo presidente do CBH-Doce. Ele já havia assumido interinamente o cargo, no final de 2013, por ocasião da renúncia da então presidente, Elisa Costa, prefeita de Governador Valadares. Leonardo foi reconduzido à presidência pelo plenário. Além dele, a diretoria também será composta por Iusifith Chafith Felipe, representante da sociedade civil, como 1º vice-presidente; João Lages Neto, membro do comitê representando o segmento dos usuários, como 2º vice-presidente; Luiz Cláudio de Castro Figueiredo, também representante dos usuários, como secretário; Carlos Eduardo Silva, representante do poder público estadual, como secretário-adjunto; e Gilse Olinda Barbieri, representante da sociedade civil, como 2ª secretária-adjunta.

O processo eleitoral marcou uma mudança significativa para o CBH-Doce, que reforça seu caráter de Comitê de Integração, segundo o novo Regimento Interno. A diretoria executiva, antes composta por quatro membros, passa a ter seis. Além disso, entra em cena uma diretoria colegiada, constituída por representantes dos nove comitês de rios afluentes, os CBHs Piranga, Piracicaba, Santo Antônio, Suaçuí, Caratinga, Manhuaçu, Guandu, Santa Maria do Doce e São José.

Atribuições dos membros

Aos novos membros caberá definir sobre a gestão das águas na bacia, principalmente no que se refere à aplicação dos recursos arrecadados com a cobrança pelo uso da água, implementada em novembro de 2011. Eles atuarão ainda em prol do desenvolvimento sustentável da região. A Bacia Hidrográfica do Rio Doce possui uma extensão territorial de 83.430 Km2, com 86% do sua área de drenagem em Minais Gerais e 14% no Espirito Santo e abrange 230 municípios, sendo 202 mineiros e 28 capixabas.


Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment