Rompimento da barragem de Fundão é tema de reunião do CBH-Suaçuí


9 fev/2017

Técnicos da Fundação Renova apresentarão dados sobre a qualidade da água, implantação de captações alternativas e recuperação de nascentes

 O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Suaçuí colocará em pauta, entre outros pontos, em sua primeira reunião do ano, que será realizada no dia 10, a partir das 10h30, na sede da Ardoce, assuntos referentes ao rompimento da barragem de Fundão, que resultou na contaminação do Rio Doce, em toda a sua extensão. Representantes da Fundação Renova apresentarão dados sobre a qualidade da água fornecida por empresas de abastecimento público que ainda captam água do Rio Doce. Outro ponto será a construção de captação alternativa de água em cidades que dependem do Rio Doce para garantir o abastecimento da população. A recuperação de nascentes feita pela Fundação Renova, para aumento da disponibilidade hídrica, seguindo as determinações do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta, também será tema do encontro.

Também serão apresentados, pelos membros do colegiado, informes dos trabalhos das Câmaras Técnicas do Comitê Interfederativo referentes à segurança hídrica e qualidade da água e restauração florestal e produção de água. O Comitê Interfederativo tem como atribuições validar os programas e projetos apresentados pela Fundação, indicando, caso necessário, correções, readequações e questionamentos sobre as ações a serem desempenhadas. Funciona como instância de interlocução permanente junto à fundação e é formado por 12 membros, sendo composto pelo presidente do CBH-Doce; por dois representantes do Ministério do Meio Ambiente; dois do Governo Federal; dois do Estado de Minas Gerais; dois do Estado do Espírito Santo; dois representantes dos municípios de Minas Gerais afetados pelo Rompimento da Barragem e um do Espírito Santo.

Monitoramento de cheias

Com foco no alerta contra inundações e redução de perdas humanas e econômicas devido às cheias, o Programa de Convivência com as Cheias, desenvolvido pelos Comitês da Bacia do Rio Doce, prevê, a partir de ações estruturais e não estruturais, o acompanhamento e a previsão de eventos extremos, manutenção e ampliação do atual sistema de alerta para a população, estudos de viabilidade de intervenções estruturais e não estruturais que auxiliem na prevenção e redução dos efeitos das cheias, e ações de apoio à Defesa Civil na mitigação e enfrentamento das cheias. Ao todo, mais de R$ 500 mil foram investidos para o desenvolvimento das ações do programa, com recursos oriundos da cobrança pelo uso da água. No encontro será realizada a entrega de imagens digitais de satélite com alta resolução espacial e respectivos modelos digitais do terreno e curvas de nível de áreas urbanas de dois municípios da Bacia Hidrográfica do Rio Suaçuí. São eles: Governador Valadares e Galileia.

Outros destaques

Entre os assuntos da reunião, também serão abordados a implantação de programas com foco na recuperação de nascentes, promoção do saneamento rural e diminuição da geração de sedimentos.

Confira aqui a pauta completa do encontro: https://goo.gl/vutQ4C


Nenhum Comentário »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment